5 motivos porque o rádio não pode ficar de fora do seu planejamento de mídia em 2017

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

5 motivos porque o rádio não pode ficar de fora do seu planejamento de mídia de 2018

Você já deve saber que para se obter bons resultados na venda de seu produto/serviço, não basta apenas os esforços dos profissionais de criação, mas da organização de todo o aparato a ser utilizado para realizar essa venda. Por isso, o Planejamento de mídia é fundamental para a obtenção de resultados nos esforços feitos em sua campanha publicitária, e uma das ferramentas importantes utilizadas no arsenal do planejamento, é o rádio. Portanto, reunimos nesse post 5 razões que fará você aderir a esse meio em suas campanhas de comunicação em 2017.

1 – Influência em mídia divulgativa

O rádio é o  veículo comunicativo de maior abrangência de público. Segundo pesquisas de apontadores de media como o IBOPETarget Group Index e a Pesquisa Regular de Rádio89% dos brasileiros, de treze das principais regiões metropolitanas, escutam rádio. Ao todo, estima-se 52 milhões de ouvintes. Para se ter uma ideia, o alcance na capital goiana é de 85% dos espectadores. Bastante não é?

2 – Está em todo lugar

Você pode se perguntar “mas com a internet, o rádio ainda é viável?”. Pois bem, não só é viável como é essencial! A presença e acessibilidade do rádio é uma das características mais importantes desse meio. No ônibus, carro, academia e nos demais lugares onde se possa ter acesso a um aparelho de rádio, TV e Smart TVs, aparelhos de som e todos que aqueles que possuem conexão à internet, ali seu público será alcançado pelas ondas de rádio.

3 – Mais em conta que a concorrência

Se tratando de fortalecimento da marca, os custos investidos na rádio são bem mais viáveis em vista da TV. Essa acessibilidade de valores possibilita a repetição de conteúdos várias vezes ao dia, gerando então o pragmatismo da ideia, e então, gravar a marca na mente do consumidor, influenciando grandemente na decisão de compra.

4 – Formatos de anúncio

Existem no rádio, os espaços de publicidade que reforçam a marca por Spots; onde se veicula o serviço em um determinado programa de acordo com o público alvo desejado; ações promocionais onde é realizado o merchandising do produto; O testemunhal onde o próprio apresentador credibiliza o serviço/produto anunciado; o patrocínio que é outra maneira de anunciar repetidas vezes a marca do anunciante, todas as vezes que o programa patrocinado for ao ar; Programetes que possuem coerência com seu produto, onde o próprio apresentador apresenta o produto; promoções inseridas na grade de programação e os projetos que são anúncios reforçados durante um período de meses em que tem como objetivo o fortalecimento da marca, com ações locais, regionais ou nacionais.

5 – Atrai públicos que buscam informação e entretenimento.

Como já dito anteriormente, o rádio é um antigo amigo dos brasileiros. Acompanha a correria do cidadão cotidianamente e está com ele até nos períodos mais estressantes do dia. Por exemplo, durante a exaustiva rotina de enfrentar o trânsito e suas complicações, o rádio está ali informando e entretendo com programas de informação e humor aquele indivíduo que não possui tempo para estar, naquele período, em casa para se atentar às notícias circuladas no meio televisivo, além de contribuir para a distração dos problemas rotineiros que geram estresse no dia-a-dia com as músicas e a interação propostas durante a programação.

O RDR possui um departamento de inteligência em mídia onde são elaborados planejamentos estratégicos para que você tenha o retorno desejado. Fazemos isso com qualidade em programação para alcançar o seu público e conquistar resultados de forma fácil e prática!

Entre em contato conosco e impulsione suas vendas!

Obtenha também materiais completos e descubra como vender mais com o rádio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *