O rádio na atualidade

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O rádio é um dos meios de comunicação mais antigos quando se trata de tempos modernos. Quando ele surgiu, foi uma verdadeira revolução na forma de se comunicar. O marco no tempo mais conhecido sobre a invenção do rádio foi em 1860 quando James Maxwell descobriu as ondas de rádio.

Não existe um acordo sobre quem criou o rádio, porém, o nome de Guglielmo Marconi é o mais divulgado, mas há outras pessoas envolvidas ao longo dos anos para que a primeira transmissão acontecesse. Em 1943, Tesla foi reconhecido pela Suprema Corte dos Estados Unidos como o verdadeiro inventor.

Quer saber mais sobre a história do rádio e como ele se manteve ao longo dos anos sendo um sucesso ainda na atualidade? Então, continue com a leitura!

Um pouco sobre a história do rádio no mundo

A primeira transmissão da qual se tem notícia aconteceu em Dublin em um evento esportivo de regata. Há indícios de que o Brasil tenha sido pioneiro na primeira transmissão. Ela teria acontecido por meio de um padre gaúcho, o Roberto Landell de Moura, em 1893 e também fez a primeira transmissão de voz humana em 1899. Porém, esse feito segue desconhecido e não reconhecido pelas autoridades da área.

As ondas de rádio, inicialmente, eram utilizadas para a comunicação entre a base e os navios em alto-mar. Tudo era feito por meio do código Morse. O rádio passou a ser largamente utilizado durante a Primeira Guerra Mundial. Ele foi um meio utilizado pelo exército para transmitir informações importantes e até confidenciais.

Depois desse período, o rádio foi difundido na Europa e nos Estados Unidos, sendo reconhecida a primeira transmissão por voz em 1921.

O rádio no Brasil

O que se tem como oficial é que, no Brasil, a primeira transmissão foi realizada em 1922 pelo então presidente Epitácio Pessoa em comemoração ao centenário da independência. A primeira emissora de rádio foi fundada em 1923, no Rio de Janeiro, por Roquette-Pinto. A Copa do Mundo de 1938, realizada na França, foi transmitida via rádio e o povo brasileiro conseguiu acompanhar as jogadas. Foi também por meio desse veículo que nós ficávamos atualizados sobre a Segunda Guerra Mundial.

No início, a transmissão era feita via AM, mas após 1940, surgiram as primeiras emissoras FM (frequência modulada) com uma qualidade melhor que as AM. A rádio não era muito voltada para o público jovem, porém, a partir de 1976, as emissoras passaram a criar programas direcionados para esse público como faz até os dias de hoje.

O papel do rádio na atualidade

O rádio continua sendo um importante veículo de comunicação. Um estudo feito em 2018 mostra que mais de 90% dos brasileiros ouvem rádio e isso já consegue mostrar que o rádio é muito importante como meio de comunicação em massa e que as empresas devem separar um valor no orçamento para divulgar produtos e serviços neste veículo.

Com o passar dos anos, o rádio precisou se reinventar juntamente com os profissionais do ramo. Hoje, as pessoas podem ouvir rádio em qualquer lugar por conta dos smartphones, tanto online quanto offline. As mídias sociais também se tornaram um local importante. Muitas emissoras já gravam programas ao vivo, mostrando para os telespectadores tudo o que acontece nos bastidores.

Quer fazer parte dessa revolução? Entre em contato com a gente e veja como a sua empresa pode crescer utilizando esse meio de comunicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *